Mitos e Verdades: Prótese de Mama Abaixo do Músculo X Paciente Pós Bariátrica

/Mitos e Verdades: Prótese de Mama Abaixo do Músculo X Paciente Pós Bariátrica

As pacientes submetidas a cirurgia bariátrica evoluem, geralmente, com grande perda de peso. Como consequência deste emagrecimento, a grande maioria das pacientes apresenta um grau de flacidez nas mamas. Este quadro pode ser agravado após o processo de gestação e amamentação!

Diante de uma quadro de flacidez de mama, alguns mitos devem ser esclarecidos:

 

  • Prótese de silicone corrige flacidez de mama?

Geralmente não, a flacidez da mama é corrigida pela ressecção de pele e restruturação do parênquima mamário. Para isto, são necessárias cicatrizes na mama, como a em “T” invertido.

Entendam! Próteses, por maior que sejam, não corrigem flacidez de pele!

 

  • Prótese de silicone não tem que trocar?

Todas as próteses exigem manutenção a longo prazo. Hoje, as empresas de maior renome no mercado mundial, sugerem a troca em média a cada 15 anos.

 

  • Colocar a prótese abaixo do músculo segura a mama?

Colocar a prótese abaixo do músculo, não segura a mama no lugar, nem deixa ela mais firme.

No paciente pós-bariátrico caso a prótese seja colocada abaixo do músculo podemos ter o efeito “AVALANCHE” parafraseando o Dr. Manoel Cavalcanti.
O que isto quer dizer:

Imagine que a pico da montanha é a prótese de mama e que a pele da mama é a neve. Com o passar do tempo (efeito avalanche), percebemos que a neve cai (pele) e o pico da montanha (prótese), continua no local! Ao final temos uma dissociação entre prótese e mama, um efeito em dupla bolha!

Resumindo: O músculo segura a prótese no lugar, mas a mama continua caindo!

 

  • Como evitar este fenômeno?

Através da utilização de próteses de silicone com superfícies que gerem aderência ao tecido mamário: como as próteses de poliuretano produzidas pela empresa Silimed.

Essas próteses sempre são utilizadas acima do músculo.

Outra coisa importante seria não usar próteses muito grandes, pois quando maior o peso da mama, maior a chance dela cair ao longo dos anos!

 

  • Com esta técnica a mama não cai então?

Todas as mamas vão ter um grau de flacidez com o processo de envelhecimento, no entanto, empregando estás técnicas e próteses, mesmo caindo um pouco…..as mamas permanecem com forma e contorno harmonioso ao longo dos anos.

 

 

CIRURGIA PLÁSTICA PÓS BARIÁTRICA: PORQUE PROCURAR UM ESPECIALISTA?

 

O paciente submetido à cirurgia bariátrica apresenta um grau de restrição e dificuldade na absorção de nutrientes, o que isto quer dizer? Boa parte dos nutrientes ingeridos na alimentação não são absorvidos, logo o paciente evoluiu com algum grau de carência de vitaminas e desnutrição ( baixa das proteínas corporais). Mesmo repondo as vitaminas diariamente e tendo uma alimentação balanceada, estes problemas não deixem de existir por completo. Isto traz algumas consequências observadas ao examinar estes pacientes:

 

  • Pele com muita flacidez e estrias;
  • Pele desidratada, sem brilho;
  • Fluxo menstrual aumentado;
  • Anemia;
  • Desnutrição;

 

Devido estes achados as cirurgias plásticas em ex obesos se tornam mais complexas e com maior risco de complicações. Alguns estudos chegam a demonstrar um risco de 60% maior de ter complicações gerais na cicatrização, comparado a pacientes que nunca fizeram cirurgia bariátrica

 

O importante é saber que, todos os cirurgiões plásticos tem formação para realizar essas cirurgias, no entanto, para poder realizar as plásticas com mais sucesso, com baixo risco e atingir bons resultados o ideal seria a/o paciente procurar um cirurgião plástico que tenha muita experiência no assunto e que dedique a maior parte do seu tempo no atendimento destes pacientes.

 

Tanto o cirurgião, quanto o paciente devem entender que estas são cirurgias mais complexas, com resultados que visam uma melhora funcional e estética e que por vezes necessitam de retoques no futuro. Os retoques não são sinal de que a cirurgia não foi bem sucedida, eles apenas são necessários pois a estrutura da pele do ex obeso é muito fraca e sofre um processo de envelhecimento e flacidez mais acentuado ao longo dos anos. Aceitando esta limitações a/o paciente criam expectativas mais reais e sem dúvida, tem uma chance maior de ficar muito feliz com os resultados!

 

Dr Guilherme cirurgião plástico

2017-11-24T12:25:56+00:00